Categorias:

Diferentes processos na remoção de impurezas e microorganismos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em tempos de pandemia do Coronavírus, aumentaram os cuidados com a proliferação de microorganismos e a preocupação com a higiene pessoal e dos ambientes. Neste contexto e diante das diversas formas de efetuar a higienização, a Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) explica as diferenças:

  • LIMPEZA: remoção da sujeira em superfícies utilizando produto químico convencional, esponja e enxágue, com redução de até 60% de vírus e bactérias;
  • DESINFECÇÃO: esse processo usa desinfetante de uso geral e elimina 99% dos germes, bactérias e vírus, assim como o Coronavírus, reduzindo-os a níveis não patogênicos;
  • HIGIENIZAÇÃO: limpeza seguida de desinfecção;
  • SANITIZAÇÃO: mais apropriada na área alimentícia, utilizando produtos sanitizantes específicos e obedecendo regras difeirentes de desenfecção para eliminar componentes microbióticos;
  • ESTERILIZAÇÃO: elimina 100% de germes, inclusive seus esporos, por meio de processos físicos ou químicos bastante agressivos e restritos. É um processo utilizado em situações em que é necessária a máxima segurança, como em materiais cirúrgicios ou em locais de biossegurança.

Para ambientes residenciais e empresas em geral, os especialistas recomendam o processo de higienização, ou seja, uma limpeza seguida de desinfecção.

As melhores soluções para higiene, limpeza e esterilização você encontra na loja virtual da Dr. Online > https://dronline.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *